Tratamentos Eficazes para a Estenose Espinhal

Tratamentos Não Cirúrgicos de Estenose Espinhal

Existem várias intervenções importantes que você pode usar se a cirurgia for considerada uma opção ruim no seu caso. Entre eles está a prática de boa postura. Manter a coluna corretamente alinhada é crucial, seja sentado, em pé ou deitado.

Aprender a inclinar-se para a frente enquanto caminha pode ajudar a aliviar a pressão e pode ser mais fácil usando um andador ou carrinho de compras como apoio. Dobrar os joelhos em posição fetal também pode aliviar a pressão.

Perder peso é outra forma de aliviar o desconforto. Isso porque, quanto mais peso suas costas têm para suportar, mais pressão incidirá sobre o espaço cada vez mais estreito da coluna vertebral, causando problemas.

Aprender a equilibrar o repouso com a atividade também pode trazer alívio. Dar a seu corpo o descanso de que ele precisa quando está com dor é importante, mas também é um desafio de maneiras saudáveis, aumentando sua atividade aeróbica.

Um profissional médico treinado pode ajudá-lo a encontrar o equilíbrio certo. Isso pode incluir fisioterapia, na qual você aprenderá a exercitar as costas, as pernas e os músculos centrais de maneira saudável. O alongamento também é importante nesse processo, pois pode fornecer maior flexibilidade às costas e aos membros ao longo do tempo.

Se os músculos do estômago estão fracos ou se você tem vários pontos ao longo da coluna vertebral afetando seus nervos, seu médico pode recomendar um colete ortopédico. Os suspensórios traseiros podem oferecer suporte e ajudá-lo a retornar a uma maior mobilidade.

Alguns pacientes também encontrarão dicas de alívio da dor e bem-estar por meio de terapias holísticas. Isso pode incluir acupuntura, acupressão, biofeedback e o uso de suplementos nutricionais.

Remédios

Freqüentemente, o primeiro curso de tratamento virá de medicamentos. Podem ser medicamentos orais ou injeções, e seu uso é ditado pela gravidade dos nervos franzidos e sua localização.

Medicamentos antiinflamatórios

Às vezes, a causa da dor e da incapacidade decorrente desse distúrbio vem da inflamação, que pode afetar os nervos que fluem pela coluna vertebral. Se for esse o caso, alguns antiinflamatórios não esteróides (AINEs) podem oferecer alívio.

No entanto, o paracetamol não tem impacto sobre a inflamação, por isso geralmente não é recomendado. Da mesma forma, a aspirina não é recomendada porque requer altas doses de aspirina para obter resultados antiinflamatórios máximos, e nessa dose a droga pode ser prejudicial ao estômago.

Relaxantes musculares

Se o distúrbio está dificultando o sono, o médico pode prescrever relaxantes musculares. Relaxantes musculares deixam você sonolento, então essa forma de alívio geralmente é melhor tomada à noite. Os relaxantes musculares podem aumentar as qualidades de alívio da dor dos AINEs.

Anticonvulsivantes

Certas formas específicas do distúrbio podem ser auxiliadas pela gabapentina, carbamazepina e outros anticonvulsivantes, que podem oferecer sono e alívio da dor crônica. Esses medicamentos levam algumas semanas para fazer efeito, portanto não são adequados para dores agudas.

Esteróides

Os esteróides podem ser tomados por via oral ou como injeções. Os esteróides orais têm a vantagem de aliviar a dor em 24 horas. As injeções são usadas para dores fortes. As injeções peridurais podem ser usadas até três vezes por ano para reduzir a inflamação e o inchaço, embora seus efeitos sejam geralmente temporários.

Os mesmos podem afetar a sua dieta para emagrecer.

Antidepressivos

Os antidepressivos podem ser úteis para dores nos nervos, mas para pacientes mais velhos podem ser uma escolha ruim devido aos seus efeitos colaterais. Isso inclui boca seca, olhos secos, constipação e sonolência.

Opioides

Em casos de dor intensa, um curto período de opióides pode ser prescrito. Por causa de suas propriedades viciantes, essas drogas podem vir com requisitos especiais, incluindo potencialmente aconselhamento sobre vícios.

E então, ficou alguma dúvida em relação ao conteúdo que trouxemos hoje?

Conte a nós, comente abaixo!

Até a próxima!